• Time Whywaste

Por que todo supermercadista precisa de um sistema inteligente de rastreamento de data de validade ?


Se você é comerciante de alimentos e produtos perecíveis compreende mais do que ninguém que desperdício de alimentos é uma questão complexa. Se por uma lado você busca ser acurado em suas compras, acertar no mix e tenta ao máximo não adquirir produtos além do necessário, por outro sabe que seu cliente busca encontrar encontrar prateleiras cheias e nada além de produtos frescos e vistosos ao visitar a sua loja.


Entregar algo abaixo dessa expectativa pode significar frustração de sua clientela, perda de vendas e clientes e inclusive botar todo o negócio em jogo.


Uma loja com um extenso sortimento e grande quantidade de produtos não só pode significar maior risco de produtos vencerem nas gôndolas como demandam mais tempo (e custo) de mão de obra para monitorar as datas de validade de cada produto, um custo combinado que possui um grande impacto nas margens de qualquer operação.


Logo, sob o olhar da prevenção de perdas, podemos ajudar as lojas a atingirem o equilíbrio entre sortimento, frescor e alta rentabilidade ?


A resposta certamente está no uso de novos processos e também, das novas tecnologias hoje disponíveis no mercado.


Uma delas é a tecnologia digital de rastreabilidade de datas de validade. Essa nova solução automatiza boa parte do processo de monitoramento das datas de validade de um varejo chegando a reduzir em até 60% o tempo dedicado dos funcionários na tarefa de checar os produtos e suas respectivas datas. O sistema também viabiliza a rastreabilidade do item, sua localização, quando ele irá vencê-lo e seu grau de criticidade em relação ao seu prazo de vencimento. Essas informações, uma vez acessíveis aos gestores em real time em qualquer plataforma, seja no smartphone ou computador, dá ao gestor a capacidade de agir de forma proativa estabelecimento ações de mitigação voltadas a evitar a perda daquele produto.


Ainda não ficou convencido ? Bem, listamos abaixo outras três razões pelas quais acreditamos que todo supermercado deveria instalar um sistema digital de gestão de prazos de validade:

  1. Aumentará os lucros da sua empresa

As perdas de produtos vencidos custaram aos supermercados brasileiros no ano passado aproximadamente R$ 21,5 bilhões de reais com as quebras operacionais representando 40% desse total.

Nos supermercados os produtos que mais venceram estiveram boa parte concentrada em setores como FLV, refrigerados e açougue. Por outro lado verificamos que apenas 4% dos varejistas de alimentos brasileiros utilizam ferramentas inteligentes e de monitoramente proativo de suas datas de validade. 94% dos varejistas com os quais conversamos informaram não ter meios capazes de reduzir os preços dos seus produtos em data crítica na velocidade e quantidade desejada, perdendo assim a oportunidade vendê-los antes da sua expiração. Por outro lado 73% dos consumidores pesquisados informaram que gostariam de ver os supermercados onde eles fazem compras oferecendo descontos nos seus produtos com data críticas e finalmente incríveis 88% dos pesquisados informaram não ver problema algum em adquirir um produto com data crítica contanto que venha acompanhado com um bom desconto.


Em suma, 9 em cada 10 clientes comprariam produtos em data crítica oferecidos pelos varejistas porém sistemas e processos manuais, complicados ou ineficientes, impedem de diversas formas os varejistas de supermercados a reagirem com valocidade a dinamica do fluxo de informação de datas críticas, levando consequentemente a perdas desses produtos.


Temos aí alguns bilhões de reais deixados em cima na mesa. Mas isso não precisa ser mais assim.


Hoje o mercado já dispõe de tecnologias capazes de rastrear e monitorar as datas de validade de suas lojas automatizando boa parte do trabalho hoje realizado por pessoas. Esses sistemas possibilitam que os gestores das lojas sejam alertados proativamente quando um produto encontra-se próximo de sua data de validade e possibilita, dentro da própria ferramenta, que este mesmo gestor, execute, com poucos cliques, uma ação promocional, evitando a perda daquele item. O SEMAFOR, da Whywaste, por exemplo, é um tecnologia de rastreamento de datas de validade, que chega a reduzir em até 87% o tempo dedicado de seus funcionários em brigadas de checagem de validade de produtos de mercearia. Ao invés do seu pessoal passar horas checando manualmente produtos e rótulos, o SEMAFOR identifica apenas aqueles produtos que precisam de checagem naquele dia e onde o mesmo está localizado na loja.


Resultado: Funcionários com mais tempo disponível para atuar em tarefas que geram maior valor para sua loja e para seu cliente.


2. Melhora (muito) a rotina de trabalho do seu colaborador


Ao longo da nossa experiencia com supermercados já vimos diversas formas e ferramentas utilizadas por funcionários para monitorar as datas de validade dos produtos em loja: caderninhos, agendas executivas, anotação em quadro negro, alerta de despertador em celular. A ferramenta porém mais popular continua sendo a planilha Excel.


Ao questionarmos porém sobre o que ele acha desse tipo de trabalho, a resposta é unanime: Trata-se de das mais chatas atividades a se fazer em um supermercado. E as razões são diversas: Toma muito tempo, é chata, interminável, não há reconhecimento. Ao longo da semana é normal resistirem a iniciar o trabalho, empurrarem o trabalho para o dia seguinte, ou para outra pessoa. A falta de motivação também gera erros operacionais por desatenção ou desistência.


Prefeririam realizar atividades que gerariam maior valor para eles profissionalmente ou para a empresa, como atender os clientes, focar na reposição de produtos, checagem de preços, apoio a promoções etc.


E esse é o grande valor que a tecnologia trás para o trabalho indispensável que é o de realizar as checagens de validade: Tornar o processo mais dinâmico, mais interessante e preciso, alevando o engajamento dos funcionários, aumentando sua produtividade e reduzindo significativamente os erros operacionais.


Além, claro de melhorar a sua visão como empregador ao prover aos seus funcionários de ferramentas voltadas a facilitar e simplificar o trabalho dos seus colaboradores.

3. Melhora a experiencia do cliente

Supermercadistas acordam cedo todos os dias focados em deixarem a loja pronta para receber seus clientes. Para isso se esforçam na apresentação dos produtos, no frescor dos itens, na limpeza dos corredores, na organização e alinhamento dos produtos nas gondolas. Tudo para encantar a sua clientela.


Todo esse investimento voltado a estabelecer uma imagem positiva perante os seus clientes e prover uma excelente experiencia de compra pode se perder caso seu cliente venha a encontrar um produto, ou pior, vários produtos vencidos na gôndola.

Clientes não fazem ideia quão dificil é monitorar datas de validades. Na verdade eles não querem e não precisam saber. Para eles um produto vencido signfica falta de cuidado e desleixo com a saúde dos seus clientes. Para alguns clientes, o impacto é reduzido, gerando uma frustração limitada e pessoal, para outros porém a frustração pode ser extrapolada a outras pessoas via mídias sociais, reclamação a imprensa ou orgãos competentes, gerando problemas ainda maiores para sua empresa, seja de ordem jurídica seja de imagem.


Isso sem falar nos riscos financeiros uma vez que, em muitos estados, os supermercadistas são obrigados a fornecer ao cliente um novo produto gratuitamente, por cada item vencido na loja encontrado por um cliente.


4. Você melhorará sua imagem e fará um bem para a sociedade


Em Julho foi aprovada no Brasil a lei 14016/2020 que permite e incentiva os supermercados a doarem seus produtos em data crítica, sem riscos. Essa lei busca fazer com que supermercados e atacadistam destinem as pessoas mais frágeis de nossa sociedade alimentos que historicamente vão parar no lixo.


E elas são muitas: Calcula-se que no Brasil 40 milhões de pessoas passam fome ou possuam uma dieta cujo total de calorias e nutrientem estejam abaixo do mínimo recomendado. E com as consequencias economicas do COVID esse número só tende a aumentar. Logo


Para que a doação possa ocorrer, os itens só precisam estar integros e a doação ocorrar até a data limite de validade do item. Logo você precisaria de um sistema capaz de avisar do vencimento proativamente, um, dois e três dias antes do vencimento, para que você tenha tempo hábil para a doação daquele alimento.

5. Você pode recuperar, via impostos, o valor dos produtos doados


Além de retirar o risco da doação de alimentos, algo que sempre atomentou os supermecadistas, o nova lei também viabiliza o abatimento fiscal de impostos através dos produtos doados, possibilitando assim a recuperação financeira de montantes que historicamente sempre iriam para o lixo reduzindo substancialmente os prejuizos que as quebras operacionais geram para o seu negócio.


Os sistemas de gestão de validade da Whywaste permitem a sua empresa ter uma gestão proativa das datas de validade de seus produtos, através de regras de alertas e uma metodologia que viabiliza o seu supermercado reduzir em até 60% as suas quebras operacionais por data de validade e em 50% o tempo dedicado por funcionários nas rotinas de checagem de data de validade. Nossos sistemas também foram desenhados para possibilitar a doação de produtos em data crítica em tempo hábil e em linha com os principios da nova lei.

40 visualizações0 comentário